Dicas Soin

Dicas Soin

Organizando a casa

Organizando a casa

Organizando a Casa

Quando cada coisa é guardada no lugar certo, a casa fica mais organizada e o uso facilitado. Entretanto, esta arrumação deve ser feita de acordo com os hábitos e modo de vida do seu dono. O armário infantil difere do adulto. Ainda o de um médico difere de um agropecuarista o de um solteiro, de um casado e até do hóspede.

De uma maneira geral, roupas de uso diário ficam em primeiro plano e as de fim de semana em 20° plano.

As que são usadas eventualmente podem ficar no maleiro, guardadas em sacos plásticos.

Estas prioridades valem também para cozinha, banheiro, área de serviço e dispensa.

Veja algumas dicas que a professora de administração do lar Eleusa Stella deu em entrevista para o jornal O Popular:

Fácil de Achar

– Peças usadas com maior freqüência devem ficar à frente, o que ajuda a ganhar tempo. Pequenas divisórias dão grande resultado na organização

– Utilize o maleiro para guardar, além das malas, caixas, objetos e peças de roupas de uso não-freqüente

– Organize as roupas nos cabides por tipo de tecido, corte, estilo, e necessidade de uso. Prefira cabides acolchoados ao de metal ou madeira para as camisas. Isso evita que se forme calo no ombro

– Separe um lugar no armário só para sapatos, bolsas e pendure os cintos em ganchinhos na porta para não ocupar espaço

– Prateleiras móveis, que se abrem como se fossem gavetas, são opções práticas para guardar sapatos. É só puxar e está na mão!

– Objetos de maquiagem podem ficar em caixas ou nécessaires. Batons, produtos líquidos e lápis devem ficar separados. Guarde-os em local de fácil acesso para facilitar o manuseio durante a maquiagem

– Em vez do calceiro, prefira cabides individuais com varetinha embaixo para guardar calças. Coloque uma a uma para não perder o vinco e para facilitar tanto na hora de colocar quanto de tirar

– As gravatas podem ficar numa das paredes internas do armário ou também de numa das portas, em aramado próprio.

Acondicione cuecas, calcinhas e meias em gavetas separadas. Para ajudar na organização, compre divisórias de acrílico ou de PVC, ou faça uma você mesmo, usando cartolina

Dicas

– Sem traça: Roupas de frio devem ficar em sacos brancos de plástico. Para não entrar traça nem barata, trave a boca do saco. Utilize Naftalina Zap Clean para combate destas pestes.

– Sentido certo: Cabides são colocados com a abertura do gancho virada para o interior do armário.

– Camisa dobrada: A dobragem de camisa é a mesma de quando você faz a mala: dobre na altura da barriga e cruze as mangas atrás; feche as partes direita e esquerda para dentro; encaixe como se fosse um livro, deixando o colarinho exposto.

– Só sapato: Guarde os sapatos em lugar arejado, de preferência longe das roupas, e não em caixas. Se precisar, improvise: os sapatos podem ficar num armário antigo de escritório ou gaveteiros de plástico móveis que funcionam como uma charmosa mesa de canto para o quarto ou para o corredor. É só enfeitar com um forro bonito, porta-retratos ou o que você tiver.

Passo a Passo

Dobre as meias aos pares, ao meio, como se fosse um pastel. O nó além de feio dificulta a organização. Também não é legal colocar uma dentro da outra, porque um pé vai ficar com o elástico frouxo.

1 – Para fazer divisórias de cartolina, corte as iras de papel no tamanho e altura desejados

2 – Junte as extremidades formando um círculo – as crianças podem fazer isso como se fosse brincadeira

3 – Para fechar, use cola ou clipe

4 – Depois é só ir encaixando no fundo da gaveta, formando uma espécie de colméia, e colocar as peças. Também serve para guardar lenços e bijuterias

Vida Longa

Para prolongar a vida do piso de madeira e deixá-lo sempre bonito, não limpe com pano molhado nem jogue água. Sua preservação também depende das condições de assentamento. As tábuas têm de ser fixadas com prego parafuso e cola, em contra piso impermeabilizado para não entrar umidade – se o piso for assentado sobre a laje, não é necessário fazer impermeabilização.

 



Dicas de organização pessoal?

Blog Ana Afonso